Eud Pestana e Vicente Portella – presente de aniversário :)

Esse dia de hoje, 26 de fevereiro, além de ser sexta-feira, é dia de aniversário de dois poetas que admiro muito e que hoje tenho o privilégio de ter como amigos. Para mim é um espécie de dia da Poesia mesclado com dia do Amigo.

Eud Pestana e Vicente Portella, dois piscianos danados, talentosos e produzindo a todo vapor.

Mando essa mensagem como forma de presente de aniversário, com admiração e gratidão.

Eud Pestana

Eud Pestana

Eud Pestana, também conhecido como Vavá, tem um texto de um lirismo envolvente, às vezes cáustico, às vezes adocicado como doce de carambola. Craque na letra e na criação de brinquedo, Eud é presença marcante nas noites poéticas das quebradas do Rio.

Nas palavras do também poeta Cezar Ray: “Eud é um dos maiores poetas de Nova Iguaçu (mesmo sendo ele da Penha). Eud Pestana não é só um poeta pelo que escreve, mas muito pela forma como vê e lê o mundo. Um cara que veio para torná-lo mais bonito e mais agradável para todos nós.”

Eud e Cezar criaram no já longínquo 1991 o fanzine Desmaio Públiko, que foi pra mim um agente provocador de muita coisa que acabei fazendo na minha vida. É uma história, aliás, que ainda será contada com o devido carinho, que envolve uma moçada que tocou um zaralho legal.

Vicente Portella

Vicente Portella

Vicente Portella é dono de uma pena poderosa, abridora de peitos e gargantas, polêmica e apaixonante. É autor de dois incríveis livros de poesia, sendo um deles, Luz da Sombra, um livro que me marcou bastante – e que foi quase todo musicado por vários compositores. Eu mesmo musiquei um, chamado Viajor, que publico no final dessa mensagem pra dar uma ideia do calibre do sujeito… Vicente também escreveu um romance, Anjos do Pé Sujo, obra que merece uma segunda edição; tive o privilégio de inspirar algumas das idéias do livro, onde a Arte, a Amizade, a Cachaça e a Loucura acabam por ser pontos de luz em um período cinzento da História brasileira. E vem livro novo nos próximos meses – andei tendo acesso e garanto que é outra pedrada.

Além disso, tive a honra de ter o Vicente fazendo a apresentação do meu livro! Como se ouve direto no trem da Central: oh, Glória! J

Fica registrada aqui essa homenagem, simples mas sincera.

Abraços!

heraldo hb


Viajor

Trago na palma da mão os segredos do Universo

Escrevo um punhado de versos

E faço alguma canção

Nos olhos eu trago a mistura das cores da minha estrada

Exponho a minha voz cansada

E ergo a mão segura

No rosto da moça-flor

Pouso a pálpebra encharcada

De coisas boas de amor

[Poema de Vicente Portella, música de Heraldo HB]

Poema do Eud que gosto de recitar por aí:

VERBO X VERBA

No princípio era o verbo
e a palavra assustava

Hoje, é a verba e
a palavra não assusta mais

Nas tribunas políticas
ou na barra dos tribunais

Quem tiver mais verba
apaga o verbo dos demais.

Links do orkut:

Perfil do Eud:

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=4519047030115192368

Comunidade sobre o Eud:

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=8477871

Perfil do Vicente:

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=13716962330181696891

Comunidade sobre o Vicente:

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=49437974

Comunidade Desmaio Públiko

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=3247729


Esta entrada foi publicada em Acompanhando!. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>